Greve segue forte em Santa Catarina


A greve dos servidores do Judiciário Federal em Santa Catarina contou com novas adesões e atividades nas regiões do estado e na capital. Em Florianópolis, cerca de 150 servidores participaram da assembleia no fim da tarde de ontem (9). Um ato em frente ao Tribunal Regional do Trabalho, na Avenida Rio Branco, está programado para hoje (10), das 15h às 17h.

Já em Blumenau, a mobilização contou com a participação das Varas do Trabalho. No final do dia, houve visitas às Varas Federais, cujos servidores já afirmaram a adesão à greve a partir dessa terça-feira. Em Mafra, os trabalhadores da Justiça Federal também estão na luta pelo reajuste salarial. Trabalhadores de Rio do Sul também aderiram à greve

Atentos à situação do Projeto de Lei do PCS no Senado Federal, bem como ao movimento grevista, os servidores das duas Varas Federais e do Administrativo da Subseção Judiciária de Tubarão decidiram apoiar a greve por meio de paralisações diárias de uma hora na segunda e terça-feira (8 e 9) e também nesta quarta-feira (10).

Em Assembleia realizada segunda (8), no átrio da Justiça do Trabalho, após informes sobre o PL 28/15 e o debate entre os colegas, os servidores de Criciúma deliberaram pela paralisação de duas horas diárias, a partir dessa terça-feira, das 15h às 17h, com avaliação diária do movimento. Hoje, neste mesmo horário, fazem bandeiraço em frente ao Foro. Servidores da Justiça Federal do mesmo município estão em greve desde ontem, com paralisação das atividades e assembleia no fim do dia.

Joinville iniciou, nessa terça-feira, o movimento grevista com mais de 35 servidores parados. E a adesão vai aumentar com a CEMAN e a 2ª Vara. Em Lages, servidores também aderiram ao movimento.

Em Itajaí, os servidores da Justiça do Trabalho e da Justiça Federal realizaram manifestação conjunta na tarde de ontem (9). Também em Chapecó servidores seguem na luta na Justiça Federal. A Vara do Trabalho de Palhoça também aderiu à greve. 

Engrossando o movimento, os servidores da Vara Federal de Brusque entraram em greve, com paralisação das atividades e avaliação do movimento no fim do dia.