Greve dos servidores da Previdência em SC inicia segunda


Por Marcela Cornelli

Mais de 300 servidores compareceram a Assembléia Estadual Geral do Sindprevs/SC, ontem à tarde em Florianópolis, que deliberou pelo início da greve no dia 26 de abril na Previdência Social. Durante o dia de hoje, os servidores estarão pendurando faixas e cartazes informando a população sobre a greve por tempo indeterminado. Além de Santa Catarina, já estão em greve os servidores do INSS da Bahia, Paraná, São Paulo, Piauí, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Pará. Na Bahia, Distrito Federal e Rio Grande do Norte o movimento também conta com a adesão dos servidores do Ministério da Saúde. Segundo o Sindprevs/SC, os servidores federais da Saúde têm mais dificuldade de aderirem à greve pois estão dispersos no Postos do SUS, ao lado de servidores estaduais, municipais e terceirizados.

O Sindicato informou que hoje estará sendo constituído o Comando Estadual de Greve. A primeira reunião será realizada às 15 horas, no Hotel Faial, em Florianópolis.

A greve reivindica os itens da pauta da Campanha Salarial 2004 dos Servidores Públicos Federais. São eles: reposição salarial emergencial de 50,19% (de 1998 a 2003); reposição salarial de 127% (de 1995 a 2003); política salarial com correção das distorções; incorporação das gratificações; data-base em 1º de maio; diretrizes de plano de carreira; isonomia de piso salarial; concurso público; defesa do serviço público, gratuito e de qualidade; cumprimento dos acordos de greve; defesa da Universidade Pública e dos Serviços Públicos; fim da terceirização no Serviço Público e melhores condições de trabalho.

Fonte: Sindprevs/SC