Gratificação Judiciária: julgamento adiado novamente


A Secretaria do Plenário do TRF4 informou que não haverá sessão da Corte Especial no próximo dia 30 de janeiro. Esta data constava do calendário divulgado no site do Tribunal mas, segundo a Secretaria, não foram indicados processos suficientes para realização da sessão. Dois Coordenadores do Sindicato já haviam agendado a viagem a Porto Alegre para acompanhar a sessão. 
Com isso, o julgamento do Agravo Regimental interposto pelo SINTRAJUSC contra a liminar que suspendeu a liberação dos valores nas execuções da Gratificação Judiciária deverá ser apreciado apenas na sessão do dia 27 de fevereiro. De acordo com o Regimento Interno do TRF, cabe ao Presidente apresentar em mesa o agravo na primeira sessão subsequente à sua interposição. 
O servidor aposentado da Justiça do Trabalho, Vicente Machado Pereira, 75 anos, está na ação desde o início e fica perplexo de ver tantos atrasos e desmandos no julgamento de um direito dos servidores. Ele afirma que deve haver mais  consciência e respeito, por parte dos três poderes, aos trabalhadores, principalmente aos idosos, porque há anos vê essa ação se arrastar. O Sindicato irá manter informados os servidores que estão na ação.