Governo enfrenta novos entraves para concluir votação da reforma


Por Marcela Cornelli

O governo continua as negociações com os parlamentares da base de sustentação para que seja concluída ainda nesta semana a votação da Reforma Tributária na Câmara dos Deputados. No entanto, para concluir o segundo turno da votação na Câmara, é necessário antes a aprovação da Medida Provisória 127, que cria o Programa Emergencial de apoio às concessionárias de energia elétrica com recursos do BNDES. A MP é polêmica. O programa emergencial das elétricas exigirá recursos da ordem de R$ 1,8 bilhão. Além disso, o PFL já afirmou que vai continuar propondo modificações na proposta da Reforma Tributária e caso não consiga o que quer vai continuar obstruindo a votação.

Da Redação