França rediscute jornada de trabalho de 35 horas


O Parlamento francês começou ontem a avaliar a proposta do governo de flexibilização da jornada de trabalho semanal de 35 horas. Se a reforma for aprovada pelo Parlamento, a jornada poderá ser ampliada por acordo coletivo entre sindicatos e empresas. Segundo pesquisas de opinião, cerca de 75% dos trabalhadores franceses querem a manutenção da jornada, instituída pelo último governo socialista e, ao contrário do que se esperava, não aumentou a oferta de empregos no país. O desemprego na França que chega a 10% da força de trabalho.

Fonte: Clipping CUT