Fórum discute até quarta em Brasília a erradicação da pobreza no país


Por Marcela Cornelli

A desigualdade social no Brasil é histórica. As estatísticas recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram, por exemplo, que entre dez pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza, seis são afro-decendentes. Outros dados do IBGE indicam que o homem pardo ou negro ganha salários em média 30% menores do que a mulher branca. Para discutir o combate a essas e outras desigualdades no país, a Organização Internacional Trabalho (OIT) e o governo federal estão reunidos em Brasília, no Fórum sobre Errradicação da Pobreza, Geração de Emprego e Igualdade de Gênero e Raça.

A cerimônia de aberura do Fórum teve a participação de seis ministros de Estado e da primeira- dama Mariza Letícia Lula da Silva. De acordo com o diretor da OIT no Brasil, Armandi Pereira, o objetivo do Fórum é o de integrar as políticas sociais com o objetivo da inclusão social. Para a ministra da Secretaria Especial de Política de Promoção da Igualdade Social, Matilde Ribeiro, os programas do governo federal disponíveis para o debate são os mais próximos para permitir a inclusão social. O Forum acontecerá até a próxima quarta-feira(15/10).

Fonte: Agência Brasil