Fasubra é contra “estatização” de vagas


Por Marcela Cornelli

A Fasubra se manifestou contrária ao programa Universidade Para Todos, anunciado pelo ministro Tarso Genro, que vai isentar de impostos e contribuições federais as instituições de ensino superior, com ou sem fins lucrativos, que se comprometerem a oferecer ao MEC 25% de suas vagas em cada um dos seus cursos e em cada um dos turnos.

A federação defende a abertura de mais vagas nas universidades federais, com contratação de docentes e técnicos. A plenária da Fasubra aconteceu nos dias 13 e 14.

Fonte: SINTUFSC