Enquete mostra que 91% dos filiados ao Sindjus/DF concordam com a greve


Por Marcela Cornelli

O ato público organizado pelo Sindjus/DF em protesto contra o reajuste zero aos servidores do Judiciário Federal e MPU teve boa particpação da categoria.

A manifestação foi animada e contou com a performance de um mímico que realizou brincadeiras com duas enormes chaves de fenda de papelão, cujos cabos traziam a frase “chega de aperto”.

O ato aconteceu por volta do meio-dia, em frente ao Bloco B do TJDFT, com a presença dos diretores e delegados de base do Sindjus. Segundo o sindicato, o ato serviu para marcar a continuidade do trabalho de mobilização e conscientização dos trabalhadores do Judiciário e do MPU para exigir do governo um reajuste salarial que preserve o poder aquisitivo, desvalorizado em 9,3% se for considerada só a inflação do ano passado.

Justiça – Durante o evento, o sindicato distribuiu uma nota aos usuários do TJDFT, explicando os motivos da manifestação. “Como você, nós também queremos Justiça!” – este foi o título do folheto, que também chamou atenção para o fato de que a categoria recebe vencimentos menores do que outras categorias similares no Executivo e no Legislativo.

Uma enquete sobre a possibilidade de deflagração da greve contra o reajuste zero é outra iniciativa do sindicato. A pesquisa, que estará na página eletrônica do Sindjus até o dia 23, indica, até ao momento, que 91,08% dos filiados concordam com a alternativa da greve e apenas 8,92% são contra.

Fontes: Sindjus/DF e FENAJUFE