Encontro reúne aposentados (as) e pensionistas em Florianópolis


Na sexta-feira (17), o Sintrajusc recebeu 40 filiados e filiadas no Encontro de Aposentados (as) e Pensionistas, realizado no Restaurante Belle de Jour, em Florianópolis.

Com a presença de colegas da Capital, São Miguel do Oeste, Rio do Sul, Chapecó e Balneário Camboriú, a atividade iniciou com a saudação da coordenadora Lusmarina da Silva. Em seguida, o assessor jurídico do Sindicato, Fabrizio Rizzon, falou sobre o andamento de ações de interesse dos aposentados. Nas próximas semanas, o Sintrajusc irá enviar pelo Correio, a todos os aposentados e pensionistas, o Informe Jurídico de 2018 com a atualização dos processos que envolvem demandas coletivas.

Outro destaque foi a palestra com o tema “Aposentado: Melhor Agora!!!”, com Dulce Penna Soares, do Instituto do Ser. Ela falou sobre os vários caminhos possíveis para  usufruir do tempo livre e manter a disponibilidade para novos desafios depois da aposentadoria. Em breve, a palestra estará disponível nas redes sociais do Sindicato. Ao longo da tarde, a programação incluiu ainda apresentação musical com a servidora do TRT-SC Sandra Laitano no violão e café colonial.

No Encontro, foi destacada a importância da filiação de aposentados (as) e pensionistas ao Sindicato, que tem por marca a luta em defesa dos direitos dos servidores tanto junto às Administrações dos Tribunais quanto em Brasília. É com muita organização e luta que temos mantido a paridade e a integralidade e buscado o direito à data-base. Em 2019, com o fim do parcelamento do PCS, teremos o desafio de rearticular a categoria para buscar a recomposição salarial. De 2006 até janeiro de 2019, a previsão é de que a perda no poder aquisitivo acumulada ultrapasse a marca dos 50%, de acordo com o INPC do IBGE e as previsões inflacionárias para os próximos meses. Outra luta é pela derrubada da Emenda Constitucional 95, que congelou os gastos públicos por 20 anos.

Com esses desafios pela frente, o Sindicato busca se fortalecer ainda mais e, para isso, conta com a participação cada vez maior dos aposentados (as) e pensionistas das três justiças em todas as atividades da categoria.