Encontro da FENAJUFE reforça importância da comunicação para o movimento sindical


Por Marcela Cornelli

A Fenajufe realizou ontem (27/11) o seu II Encontro de Comunicação, com a participação de dirigentes da área de comunicação e de jornalistas dos sindicatos filiados. Mais de 40 pessoas debateram a importância da imprensa sindical como forma de mostrar a atuação das entidades que lutam em defesa dos trabalhadores.

O encontro foi dividido em dois painéis, com os temas “Imprensa alternativa X Grande imprensa: a cobertura jornalística na atual conjuntura” e “A comunicação na Fenajufe e em seus sindicatos filiados”.

O debate da manhã contou com a participação do jornalista da equipe do Portal Vermelho e da revista Debate Sindical, Cláudio Gonzáles; e do professor de Teorias da Comunicação da Universidade Federal do Piauí e ex-editor de Política do jornal Meio Norte, José Américo de Lima. O debate foi aberto pela diretora da Fenajufe, Cristine Maia.

O jornalista Cláudio Gonzáles apontou as diferenças entre a cobertura dos grandes veículos de comunicação brasileiros e dos jornais dos movimentos popular e sindical. Ele ressaltou as contradições do atual governo, que, na sua avaliação, ainda não adotou qualquer tipo de medida que vá romper com o atual modelo capitalista opressor da classe trabalhadora. Com estas considerações, Gonzáles situou o papel da comunicação sindical como espaço dos trabalhadores.

Já o professor José Américo abordou o tema fazendo um paralelo às teorias da comunicação e citou, como exemplo, a chamada Agenda Setting que pauta os assuntos na grande imprensa de acordo com os interesses do mercado. A partir da teoria citada, ele tocou no ponto que questiona o que realmente está por trás das pautas dos grandes veículos de comunicação. Américo conceituou o termo imprensa alternativa como um instrumento que se contrapõe ao modelo estabelecido, cristalizado na grande mídia hoje.

À tarde, na segunda parte do encontro, participaram como debatedores o diretor de comunicação da Fenajufe, Ramiro López; o diretor de comunicação do Sintrajusc, Caio Teixeira, também diretor da Fenajufe; e o jornalista da Editora Vanguarda e do Sintrajud/SP, Hélcio Duarte. Nesta parte, os participantes debateram a comunicação da Fenajufe e dos seus sindicatos filiados.

Coletivo de Comunicação
Depois de quase duas horas de debates, foram apresentadas várias propostas para as áreas de comunicação das entidades. A necessidade de melhorar as estruturas no setor e ainda de promover uma maior integração entre a Fenajufe e os sindicatos filiados foi uma conclusão unânime do plenário.

O encontro aprovou a criação do Coletivo de Comunicação, que vai reunir os diretores de comunicação e os jornalistas da Fenajufe e dos sindicatos. O Coletivo terá como principal objetivo integrar os representantes do setor e ainda desenvolver as várias propostas apresentadas pelos participantes do encontro. Entre elas vale ressaltar: discutir mais amplamente a criação de uma revista da Fenajufe em parceria com os sindicatos; formular um projeto global de comunicação; promover atividades regionais; fazer uma campanha de conscientização entre a Fenajufe e os sindicatos ressaltando a importância da comunicação para a luta da classe trabalhadora; resgatar a memória sindical das entidades; e aproveitar o espaço na TV Justiça, com um programa produzido pela Fenajufe e pelos sindicatos.

Fonte: FENAJUFE