Eleitoral e Federal em Greve segunda-feira


A paralisação de 24 horas, ontem, acordou a categoria para a luta. A Greve foi forte no TRE, que chegou a aprovar na reunião setorial a continuidade imediata do movimento.

No debate na Assembleia Geral, com participação dos demais setores, foi aprovada a proposta da Justiça Federal, de entrar em Greve a partir de segunda-feira, observando assim os prazos de lei para garantir a legalidade do movimento.

Haverá avaliações a cada final de dia para deliberar sobre a continuidade da Greve. Na Justiça Federal o movimento foi bom na Capital e em várias cidades do interior.

O movimento na Justiça do Trabalho ficou abaixo do esperado na Capital e a categoria aprovou apenas paralisar por duas horas na próxima quarta-feira, quando haverá marcha a Brasília.

Também foram debatidas propostas de parar por 5 horas diárias e por 2 horas diárias. Depois da Assembleia Geral, em frente ao TRE, ficou deliberada nova Assembléia para a segunda no TRT, a fim de avaliar o novo quadro nas demais justiças e discutir novamente a mobilização. Mas servidores da JT de vários setores paralisaram ontem, como os da Seinfo, Ascom e Varas do interior, assim como da Segurança, alguns servidores de Gabinetes e de Varas da capital, que ficaram com poucos servidores trabalhando durante a paralisação em razão de estarem com os quadros bastante reduzidos, apesar do excesso de trabalho.

O Sindicato orienta os servidores da Justiça do Trabalho, em cada setor, a debater a entrada na Greve e acompanhar as demais justiças ou indicar outras alternativas de mobilização.