Coordenador da Fenajufe trata de passivos com presidente do CSJT


O coordenador geral da Fenajufe e do Sindjus/DF, Roberto Policarpo, se reuniu na tarde desta terça-feira [9/12] com o secretário executivo do CSJT, Cláudio Rocha, e, em seguida, com o presidente do Conselho, ministro Rider Brito, para tratar, especialmente, da questão dos passivos, cuja indefinição tem afligido os servidores. Policarpo pontuou principalmente a questão dos quintos e dos 11,98%. O ministro Rider Brito informou que está em processo de negociação com a Secretaria de Orçamento e Finanças [SOF], que integra o Ministério do Planejamento.

O coordenador da Fenajufe foi informado, na reunião, que o Conselho iniciou um levantamento de recursos internos para saber o montante da sobra do orçamento deste ano que ainda poderá ser investido. O intuito é priorizar o pagamento dos 11,98% [principal], já que servidores de estados como Minas Gerais e Rio de Janeiro ainda não receberam a totalidade do valor principal.

Roberto Policarpo pediu empenho do ministro Rider Brito nessa luta e salientou a importância de esse valor ser pago ainda neste ano. “Os passivos representam conquistas dos servidores que ainda não foram efetivadas. Mais do que qualquer insatisfação pessoal ou coletiva, o não pagamento nega o direito conquistado de forma legítima pelo servidor. Daí a importância de quitar essas dívidas”, afirmou Policarpo.

Da Fenajufe, com informações do Sindjus/DF