Confira aqui como ficou a nova composição da Mesa do Senado


Por Imprensa

Ao contrário das eleições na Câmara dos Deputados, em uma eleição tranqüila, na qual foram cumpridos os acordos políticos, o Senado Federal confirmou na tarde de ontem, 14/2, o senador Renan Calheiros (PMDB/AL) como novo presidente da Casa.

Apenas 14 minutos foram necessários para confirmar Renan Calheiros como novo presidente do Congresso para os próximos dois anos. A votação que elegeu Renan Calheiros registrou 72 votos favoráveis, quatro contrários e nenhuma abstenção. A votação foi secreta, mas por existir apenas um candidato, os senadores usaram o painel eletrônico – quando há mais de um candidato, os senadores votam em cédulas, e as depositam em uma urna.

No Senado, foi mantida a tradição de o maior partido indicar o candidato à Presidência. Os outros cargos da mesa foram distribuídos segundo o tamanho dos demais partidos. Como também havia apenas um candidato para cada cargo, foram todos os candidatos eleitos com 75 votos favoráveis, um contrário e uma abstenção.

Eleito presidente do Senado, Renan Calheiros ocupará também a presidência do Congresso Nacional (Câmara e Senado) e, nesta condição, convocou sessão dos congressistas para as 16h desta terça-feira, 15/2, quando serão iniciados os trabalhos parlamentares deste ano. Nesta sessão, será lida mensagem do presidente da República ao Congresso, onde ele faz um relato das atividades do governo no ano passado e o que pretende fazer neste ano. Na sessão, representará o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro chefe da Casa Civil, José Dirceu.

A reabertura dos trabalhos parlamentares começará com uma cerimônia à frente do Congresso. Após salva de 21 tiros de canhão e execução do Hino Nacional, o presidente do Congresso passará em revista as tropas do Batalhão da Guarda Presidencial.

Nova composição da nova Mesa do Senado:

Presidente: Renan Calheiros (PMDB/AL)

1º vice-presidente: Tião Viana (PT/AC)

2º vice-presidente: Antero Paes de Barros (PSDB/MT)

1º secretário: Efraim Morais (PFL/PB)

2º secretário: João Alberto Souza (PMDB/MA)

3º secretário: Paulo Octávio (PFL/DF)

4º secretário: Eduardo Siqueira Campos (PSDB/TO)

1º suplente de secretário: Serys Slhessarenko (PT/MT)

2ºsuplente de secretário: Papaléo Paes (PMDB/AP)

3º suplente de secretário: Álvaro Dias (PSDB/PR)

4º suplente de secretário: Aelton Freitas (PL/MG)

Fonte: DIAP