Condsef e INSS mantém greve em SC


Por Marcela Cornelli

Mesmo com a apresentação de uma nova proposta do governo para a categoria, a base da Condsef (Ministérios, Autarquias e empresas públicas) em SC mantém a greve. A categoria afirmou em assembléia realizada ontem em Florianópolis que não vai sair da greve até a próxima Plenária da Condsef, que acontece amanhã, dia 19/5, em Brasília. Os servidores de SC levarão a proposta de que a categoria só saia da greve nacionalmente após a nova proposta do governo, se aceita na plenária, ser assinada e publicada e que seja liberado orçamento para o retorno dos trabalhos, pois a falta de recursos financeiros está inviabilizando o funcionamento dos órgãos públicos.

O INCRA e a AGU podem manter à greve mesmo que a categoria nacional aceite a proposta, se o governo não atender às reivindicações específicas destes órgãos. De SC seguem para a Plenária da Condsef, o presidente do SINTRAFESC, Lírio José Téo, mais cinco delegados.

PREVIDÊNCIA – No INSS a greve segue forte e, segundo o SINDPREVS/SC, a cada dia há novas adesões nos locais de trabalho.

ESCOLA TÉCNICA – Os professores e técnicos-administrativos da Escola Técnica federal realizam paralisação de 24h nesta quarta, dia 19, com nova assembléia à tarde para decidir os rumos do movimento.

UFSC – 0s professores da UFSC páram 24 horas no dia 21, quando realizam nova assembléia para decidir os rumos da mobilização. Os técnicos-administrativos da UFSC seguindo a FASUBRA, que está em processo de negociação com o governo, retornam ao trabalho hoje. A FASUBRA tem nova plenária nacional dias 4 e 5 de junho e, segundo informações do SINTUFSC, se até lá não houver novidades na proposta do governo a entidade discutirá a greve.

Da Redação