CNG delibera: é hora de exigir posicionamento formal de Lewandowski


Reunido na tarde desta terça-feira, 4, em Brasília, o Comando Nacional de Greve da Fenajufe (CNG), deliberou por ações mais incisivas com o objetivo de participar das discussões acerca da recomposição salarial dos servidores. O primeiro passo será exigir que o ministro Ricardo Lewandowski se reúna com a Fenajufe.

Na avaliação dos membros do CNG, é inaceitável  essa posição de distanciamento, adotada pelo presidente do Supremo, para tratar de um assunto que diz respeito aos servidores e ao bom funcionamento da máquina do Judiciário. Numa das deliberações, o Comando aprovou a exigência de que o presidente do Supremo venha a público se posicionar pela defesa do projeto elaborado por sua gestão.

Com quase dois meses em greve, sendo que alguns estados do Sul do País já beiram os 70 dias de movimento paredista, a conclusão do Comando é que apesar da importante luta desenvolvida até agora e das conquistas históricas na união da categoria em uma greve, a Federação continua alijada das discussões sobre a recomposição salarial da categoria.

O CNG também fez uma análise detalhada sobre o momento atual da luta dos servidores pelo projeto e avaliou que é fundamental neste momento que o STF encaminhe a previsão orçamentária para sua implementação e que a dotação orçamentária seja incluída na lei orçamentária de 2016.

Na reunião também foram aprovados os seguintes encaminhamentos:

– Indica a continuidade e fortalecimento da greve.

– Buscar novos canais de interlocução. Fazer contato com os demais ministros do STF e cobrar novamente reunião com o presidente do STF. Trabalhar para que a Fenajufe seja recebida amanhã durante o ato nacional.

– Atuar para garantir orçamento para o PLC 28/2015.

– Enviar requerimento ao presidente do STF, solicitando que faça pronunciamento público ou pela TV Justiça, antes do dia 18 de Agosto, em defesa da autonomia administrativa do Poder Judiciário e da recomposição salarial dos servidores.

O CNG aprovou ainda o seguinte calendário de atividades para os próximos dias:

6/8 – Indica participação na marcha dos Servidores Públicos Federais (SPFs).

12/8 a 13/8 – Convoca os sindicatos filiados para deslocamento de caravanas/delegações a Brasília, para o trabalho de convencimento dos parlamentares e indica a participação dessas delegações no ato do Sindjus/DF do dia 12/8 (quarta-feira) às 15h.

12/8 – Reunião do Comando Nacional de Greve da Fenajufe, a partir da 10 horas, em Brasília.

18/8 a 21/8 – Convoca os sindicatos filiados para se dirigirem em caravanas/delegações a Brasília, para o corpo-a-corpo com os parlamentares e participação no  Ato Nacional pela derrubada do veto, no mesmo dia.

A reunião contou com representantes do Sintrajufe/RS, Sindiquinze/SP, Sintrajud/SP, Sintrajusc/SC, Sindissétima/CE, Sinje/CE, Sintrajufe/CE, Sindjus/DF, Sindijufe/MT, Sinpojufes/ES, Sinjuspar/PR, Sintrajufe/MA e Sintrajurn/RN. Da Fenajufe, estiveram presentes os coordenadores Adilson Rodrigues, Cledo Vieira, Iracema Pompermeyer, Tarcísio Ferreira, Saulo Arcangeli e Joaquim Castrillon.

Luciano Beregeno, da Fenajufe

Fotos: Joana Darc Melo/Fenajufe