Bancários anunciam greve por tempo indeterminado ainda esse mês


De Tina Braga

Os bancários da Grande Florianópolis realizaram hoje uma paralisação de duas horas para pressionar a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) a atender reivindicação da categoria de aumento salarial de 25% e participação nos lucros do bancos.

A paralisação teve início às 10 horas e se estendeu até ao meio-dia, com o fechamento dos bancos públicos e privados localizados em torno da Praça XV.

De acordo com a direção do sindicato dos bancários, a adesão ao movimento foi de 90% nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF) e Banco do Brasil. No Besc ainda não há levantamento de adesão à paralisação.

No próximo 14 de setembro, os bancários realizam assembléia e devem decidir pela greve por tempo indeterminado, segundo os dirigentes sindicais dos bancários. A data ainda não está definida, mas já se discute o dia 14 de setembro ou 21 de setembro.

A categoria rejeitou a proposta da Fenaban de conceder aumento de 8.5% nos salários.

Além da Grande Florianópolis, a greve relampâgao dos bancários foi registrada nos estados de Paraíba e Espírito Santo.
(Da redação)