Audiência pública vai tratar da criminalização dos movimentos sociais


A Comissão de Segurança Pública da Assembléia Legislativa fará audiência pública que vai debater a criminalização dos movimentos sociais. O objetivo da audiência é discutir as atitudes do Judiciário e dos órgãos de repressão contra qualquer movimento reivindicatório. Um exemplo é o caso do militante do Movimento Passe Livre, Marcelo Pomar, que será julgado, em 13 de maio, no Fórum de Justiça da Capital sob acusação de “incitação ao crime”. Além de integrantes do Movimento Passe Livre, serão convidados representantes dos estudantes, como o DCE da UFSC, sindicatos, como o Sindsaúde, Aprasc, Sintufsc, Apufsc e Sindpd, além do MST, Ministério Público e OAB. O debate vai ser no dia 7 de maio, às 19 horas, no Plenarinho da Assembléia. Leia entrevista com Pomar no documento em anexo.

Passe Livre (12 downloads)