Assembléia histórica aprova seis horas para funcionários do SINTRAJUSC


Em assembléia histórica os trabalhadores do Sindicato do Judiciário Federal (SINTRAJUSC) conquistaram a redução da jornada de trabalho sem redução de salário. A assembléia foi convocada pela Coordenação do Sindicato e ocorreu nesta terça-feira, 21, às 13 horas, em frente ao TRT em Florianópolis, com ponto único de pauta, o pedido de redução da jornada de oito para seis horas diárias. A mudança vale a partir de 1° de janeiro de 2009, quando o Sindicato também irá ampliar o horário de atendimento aos filiados.
Os servidores que se manifestaram disseram que o debate levado à assembléia pela diretoria do Sindicato foi muito oportuno. A luta pela redução da jornada é histórica, e, no Judiciário, a Fenajufe já tratou do assunto em uma série de reuniões ampliadas e encontros específicos sobre o tema. Foi dito que o SINTRAJUSC, ao tomar essa medida, coloca em prática, em sua própria casa, o discurso por melhores condições de trabalho e fica, com em tantas outras, na vanguarda desta luta.
Cláudia Regina de Souza do Nascimento, presidente do Sindes, o sindicato que representa os trabalhadores, lembrou que esse assunto é discutindo há dois anos no SINTRAJUSC, e todas as implicações da mudança foram avaliadas. Agora, com a decisão histórica do SINTRAJUSC, os servidores do Judiciário e os demais sindicatos que os representam em outros estados podem seguir o mesmo rumo e buscar uma relação de trabalho que, na questão da carga horária, dê mais um passo na luta dos trabalhadores. Funcionários de outros sindicatos, como o Sindprevs-SC, acompanharam a assembléia para apoiar a luta dos trabalhadores do SINTRAJUSC.
A luta pela redução de jornada para 6 horas implica possibilidade de aperfeiçoamento profissional, mais qualidade de vida e tempo com a família, menos probabilidade de desenvolver doenças relacionadas ao trabalho.
Após várias manifestações, a proposta de redução da jornada dos funcionários do Sindicato foi aprovada por unanimidade. Uma vitória da classe trabalhadora que extrapola o âmbito da categoria dos funcionários do SINTRAJUSC, ao repercutir na própria luta de redução de jornada dos servidores do Judiciário Federal.