Assembléia discute concurso e mudança de Varas


O SINTRAJUSC convoca os servidores do TRT da 12º Região para a Assembléia que será realizada no dia 28 de janeiro, segunda-feira, às 12h30, na frente do Tribunal, com a seguinte pauta:
 
-Participação do Sindicato na Comissão que organiza o concurso público
-Mudança das Varas para novo prédio
 
O primeiro item da pauta se deve ao convite feito pelo Presidente do TRT da 12° Região, juiz Marcus Pina Mugnaini, à direção do SINTRAJUSC, no dia 23, quando ele e a vice-presidente, juíza Maria do Céu de Avelar, visitaram a sede administrativa do SINTRAJUSC. A iniciativa ocorreu porque o Sindicato está questionando a escolha da empresa que vai fazer o concurso, o Instituto Cetro. Na avaliação do SINTRAJUSC, a empresa tem pouca atuação em concursos públicos do mesmo porte e da mesma natureza, e além disso há outras empresas com mais qualificação e experiência na área. No requerimento enviado ao TRT foram citados os problemas em outro concurso e que foram alvo de uma ação popular.
Na conversa com diretores do Sindicato, o Presidente do Tribunal disse que só suspenderia o concurso se houvesse motivos fortes para isso. A suspensão, acrescentou, iria contra os interesses da Administração e dos servidores, visto que há necessidade de reposição de pessoal. O juiz também informou que foram expedidos ofícios a diversas instituições para avaliar o interesse em realizar o certame, mas apenas quatro deram resposta. O Instituto Cetro foi escolhido com base no valor cobrado pelas inscrições e na destinação de 3% do valor recebido para o programa de recuperação social do preso.
Durante a conversa, a direção do Sindicato mostrou-se preocupada porque o Instituto, no âmbito do Judiciário, elaborou apenas dois concursos para Defensorias Públicas e um para um Tribunal de Contas. Para o SINTRAJUSC, é preciso evitar problemas como os que ocorreram no concurso que foi alvo de ação popular em 2002, o que prejudica o Tribunal e os candidatos.
Com base no convite feito pelo Presidente do Tribunal ao final da conversa sobre o concurso, o Sindicato leva a decisão para a Assembléia de segunda-feira. Outro ponto de pauta será a mudança das Varas para novo endereço. Há duas possibilidades – um prédio da CEF e outro da Prefeitura Municipal de Florianópolis – e o SINTRAJUSC quer ouvir os servidores sobre o assunto.
Participe! Venha discutir os temas que afetam a sua vida e a rotina do Tribunal.
 
Fonte: Imprensa SINTRAJUSC