3 mil em defesa dos aposentados


Cerca de 3 mil pessoas, entre servidores ativos e aposentados, se reuniram no dia 17 de março, em Brasília, para participar do Ato Público em Defesa dos Direitos dos Aposentados e da Paridade.

O objetivo da manifestação, organizada pelas entidades da bancada sindical e da Cnesf (Coordenação Nacional das Entidades dos Servidores Federais), foi mostrar que os servidores estão organizados para defender seus direitos. Outra luta foi pela aprovação das Propostas de Emenda à Constituição nº 555/06 e nº 270/08, que tramitam na Câmara dos Deputados.

A PEC 555/2006 revoga o artigo 4º da Emenda Constitucional nº 41, de 19 de dezembro de 2003, terminando com a cobrança de contribuição previdenciária sobre os proventos dos servidores públicos aposentados. A PEC 270/08 garante ao servidor que se aposentar por invalidez o direito aos proventos integrais com paridade.

Pressão no Congresso

A coordenadora da Fenajufe Jacqueline Albuquerque avaliou que o ato marcou a reunificação do movimento sindical dos servidores federais, que têm sofrido fortes ameaças em função da crise econômica em curso no país. Ela ressaltou, ainda, que essa manifestação é em defesa da paridade e também de outros direitos dos servidores ativos e aposentados. “Os servidores públicos estarão juntos com os trabalhadores da iniciativa privada para mostrar que essa crise não é nossa e que, por isso, não vamos pagar por ela”, afirmou Jacqueline.

As lideranças do Mosap (Movimento dos Servidores Aposentados e Pensionistas) também estiveram no Congresso Nacional para pressionar os parlamentares a votar logo as PECs nº 555/06 e nº 270/08. Fonte: Fenajufe