LOGIN DO SÓCIO




Sede de praia - Campeche

Institucional
 
O regulamento para uso do espaço está publicado na página do Sintrajusc na internet (www.sintrajusc.org.br). Cada filiado pode reservar até dez dias durante a temporada para desfrutar da sede na companhia de seus dependente ou mesmo convidados. Os agendamentos somente poderão ser realizados através da página do sindicato.  A taxa diária é de R$ 10,00 para dependentes e filiados, mediante o desconto em folha de pagamento através de convênio SINTRAJUSC, e R$ 20,00 para convidados. As reservas podem ser feitas exclusivamente pela internet.
 
IMPORTANTE: É NECESSÁRIO LEVAR ROUPA DE CAMA E DE BANHO.
 
Fone: (48) 3237-4183
Mapa:  Mapa Google
 
 

 

REGULAMENTO DE USO

 
CAPÍTULO I
 
Art. 1º - A Sede praiana do SINTRAJUSC, fundada e inaugurada em 28 de Outubro de 1989, destina-se ao congraçamento dos filiados deste sindicato. Sendo o período de temporada dos dias 01 de novembro a 30 de abril de cada ano.
 
Art. 2º - O SINTRAJUSC, através de sua diretoria, possui a responsabilidade administrativa da sede praiana. 
 
Art. 3º - Além dos filiados deste sindicato e seus dependentes poderão utilizar as dependências da sede, obedecidas às disposições do presente regulamento, os funcionários do mesmo e seus dependentes. São considerados dependentes; esposa/companheira, marido/companheiro, pai, mãe e filhos. Os dependentes só poderão ficar hospedados na presença do filiado.
 
Art. 4º - O filiado terá direito a acompanhante (convidado), que não esteja enquadrado como dependente mediante o pagamento da taxa, da sua inteira responsabilidade, no valor de R$ 20,00 Reais por pessoa convidada. Os filiados e seus dependentes pagarão a taxa diária de R$ 10,00 Reais, mediante o desconto em folha de pagamento do titular/filiado, através de convênio SINTRAJUSC.
 
Parágrafo Único - Crianças menores de 14 anos estão isentas do pagamento de diárias.
 
 
CAPÍTULO II
 
DAS INSCRIÇÕES
 
Art. 5º – O uso do salão de festas, churrasqueira, apartamento, somente será utilizado/autorizado mediante reserva, que obedecerá rigorosamente a ordem de inscrição/solicitação, mediante autorização prévia.
 
Art. 6º - O prazo máximo de permanência dos associados no Apartamento, será de 10 dias, por temporada, podendo ser prorrogado, por um mesmo período, desde que haja disponibilidade de vagas.
 
Art. 7º - No ato da inscrição, o associado deverá declarar os nomes, de todas as pessoas que o acompanharão, dependentes ou não.
 
Parágrafo Primeiro – A administração reserva-se o direito de exigir prova hábil de identificação.
 
Parágrafo Segundo – O número de ocupantes para cada apartamento, não poderá ser superior a (6) seis pessoas, independente de idade.
 
Art. 8º - O filiado para ter acesso à sede e suas dependências, deverá apresentar obrigatoriamente a carteira social acompanhada da funcional.
 
Art. 9º - A desistência da reserva deverá ser comunicada à administração com antecedência de no mínimo 05 dias, sob pena de pagamento da taxa fixada no art. 3º deste regulamento, mais uma multa de R$ 50, 00, (Cinqüenta Reais).
 
Parágrafo Primeiro - Ocorrendo motivo de “força maior”, devidamente comprovado, por parte do requerente, que causem o cancelamento da reserva, a diretoria decidirá sobre a cobrança ou não, da importância correspondente à taxa de manutenção.
 
Parágrafo Segundo – A caracterização da “força maior” de que trata o presente artigo, deverá ser comunicado o mais breve possível.
 
Art. 10º - O filiado que pretender usar o Salão da sede para festas ou reuniões, deverá solicitar sua reserva antecipadamente. Todas as festas e reuniões de filiados deverão ter a presença dos mesmos.
 
Parágrafo Primeiro – Cabe a diretoria, conforme o tipo de evento, decidir pele liberação ou não.
 
Parágrafo Segundo  – O Valor para a utilização do salão de festas para filiado é de R$ 50,00 reais até o número de 50 pessoas, caso ultrapasse esse número será cobrado mais R$ 1,00 real por pessoa.
 
Parágrafo Terceiro – A locação do salão de festas e demais dependências para outras entidades só poderá ser feita somente de 01/05 a 30/10 de cada ano. Os valores estipulados serão R$ 100,00 reais para entidades sem fins lucrativos, e R$ 200,00 reais para outros (que serão avaliados pela diretoria).
 
 
CAPÍTULO III
 
 
DAS ACOMODAÇÕES
 
Art. 11º - A sede constituir-se-á de Apartamentos e Salão de festas com infra-estrutura.
 
Parágrafo Único – Os apartamentos possuem quarto, sala, cozinha e banheiro mobiliados para o conforto dos associados. O prédio velho possui quartos mobiliados com camas, guarda – roupas e cadeira, sendo que 02 quartos possuem banheiros interno com chuveiro quente e demais requisitos.
 
Art. 12º - A sede manterá em dependências especiais:
                                     a)          Área coletiva para banhos;
                                     b)          Área coletiva para lavação de roupas;
                                     c)          Área coletiva para lavação de louças;
                                     d)          Área coletiva para armazenamento de alimentos (para os usuários do prédio velho/antigo);
                                     e)          Outras áreas.
 
 
 
 CAPÍTULO V
 
DAS NORMAS
 
Art. 13º - O filiado terá prioridade ao uso da sede.
 
 
Art. 14º - A partir das 00:00h, será observado inicio de silêncio.
 
 
Art. 15º - São deveres dos filiados:
                                     a)          Cumprir e fazer cumprir o presente regulamento; acatar as determinações;
                                     b)          Zelar e fazer zelar pelo patrimônio da sede;
                                     c)          Manter em ordem e asseio as acomodações mantendo a higiene e conservação dos apartamentos;
                                     d)          Não deixar torneiras abertas ou chuveiros ligados excessivamente;
                                     e)          Não usar aparelhos de som e televisão em alto volume;
                                       f)          Não colocar pregos, estampas ou qualquer objeto nas paredes da sede;
                                     g)          Não manter no apartamento, crustáceos, plantas, pássaros, aves ou animais de qualquer espécie;
                                     h)          Não praticar esportes dentro dos apartamentos e área de festas;
 
Art. 16º - No salão de festas, os filiados poderão jogar cartas, damas, xadrez, dominó, etc, sendo expressamente proibido qualquer modalidade de jogo à dinheiro.
 
Art. 17º - Os filiados serão responsáveis por qualquer perda ou dano verificados nos apartamentos, ou nos limites da sede, causados por eles ou acompanhantes, reembolsando ao sindicato o montante dos prejuízos no ato de sua saída.
 
Art. 18º - O filiado que por decisão própria ou por determinação da diretoria, em conseqüência de mau procedimento interromper a estada antes do seu término, não terá direito à restituição das importâncias.
 
Art. 19º - A administração da sede não se responsabiliza por qualquer dano, extravio ou roubo de objetos pessoais dos filiados e dependentes, ficando sob a responsabilidade do usuário a guarda de seus pertences. 
 
Art. 20º - Os filiados e dependentes que não cumprirem as normas deste regimento, estão sujeitos as penalidades previstas no estatuto do sindicato.
 
Art. 21º - A limpeza e organização dos quartos e apartamentos, ficarão sempre a cargo dos seus ocupantes.
 
Art. 22º - Os funcionários da sede estarão subordinados apenas a administração, sendo vedado sua ocupação para atender as necessidades particulares dos associados.
 
Parágrafo Único – As possíveis reclamações de funcionários deverão ser encaminhadas diretamente à administração para as providências cabíveis.
 
 
Art. 23º - As reclamações quanto às instalações ou funcionamento da sede, deverão ser feitas à administração.
 
Parágrafo Primeiro – A administração da sede, não se responsabilizará por qualquer interrupção de água ou energia elétrica, quando motivada por fatores alheios a sua vontade.
 
Parágrafo Segundo – Não é permitido o uso da água para lavação de carros, motos bicicletas e similares.
 
 
Art. 24º - Para ingressar nos limites da sede, o filiado deverá apresentar a carteira social.
 
Art. 25º - É vedado o uso de ferramentas, máquinas e outros pertences da sede fora dos limites da mesma, salvo quando expressamente autorizado pela administração.
 
Art. 26º - Os veículos motorizados devem ser estacionados tão somente nos locais determinados pela administração.
 
Art. 27º - É vedado ao filiado, utilizar a sede para depósito de seus pertences novos ou usados.
 
 
Art. 28 º - Este regulamento poderá ser alterado quando de sua necessidade pela diretoria deste sindicato.
 
CAPÍTULO VI
 
 
DAS PENALIDADES
 
Art. 29º - Os filiados cujo comportamento for inconveniente ou desatender o disposto neste regulamento, poderá sofrer as seguintes punições:
 
                                                 I.             ADVERTÊNCIA;
                                                II.            SUSPENSÃO À SEDE SOCIAL;
                                               III.           SUSPENSÃO DOS BENEFICIOS;
                                               IV.           EXCLUSÃO DO QUADRO SOCIAL;
                                                V.             
 
CAPÍTULO VIII
 
DISPOSIÇÕES GERAIS E FINAIS
 
Art. 30º - O início da diária será 12 horas do 1º dia e encerra-se às 12 horas do 10º dia.
 
Art. 31º - Os casos omissos neste regimento serão estudados e resolvidos pela administração.
 
Art. 32º - Este regimento entrará em vigor, tão logo seja divulgada sua aprovação.
 
 
SINTRAJUSC
 SINDICATO DOS TRABALHADORES NO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL NO ESTADO DE SANTA CATARINA
 
 
 
 
ANEXO I
 
DAS OBRIGAÇÕES DO (A) CASEIRO(A)
 
I - manter as instalações limpas e em condições de uso;
 
II – zelar pela manutenção das instalações e utensílios;
 
III - O preparo da sede para o que trata artigo 13º, bem como, a sua imediata limpeza, inclusive com a lavação de louça e toalhas se for o caso.
 
IV – Receber os usuários e encaminha-los ao respectivo alojamento (apartamento, quarto);
 
V – Fazer a conferência dos móveis e utensílios antes do ocupante se retirar (quando do encerramento do período reservado), fazendo o competente relatório;


Arquivos Relacionados

Fotos

Nova Sede Social Campeche