LOGIN DO SÓCIO




Municipários de Florianópolis mantêm Greve em defesa do serviço público e contra a gestão por Organizações Sociais

Notícias 23/04/2018

Cerca de 5 mil servidores municipais de Florianópolis aprovaram em Assembleia nesta segunda-feira (23) a continuidade da Greve contra a implantação de Organizações Sociais para gerir serviços públicos em Florianópolis, em especial saúde e educação, levando à privatização dos serviços.

A categoria exige a retirada do projeto do prefeito Gean Loureiro (MDB), que foi aprovado pela maioria dos vereadores no sábado (21), em pleno feriado de Tiradentes. O Sintrajusc acompanhou a votação que, ao final, foi marcada pela agressão a servidores e jornalistas, que permaneceram por cerca de 15 minutos em sala propositalmente fechada, com portas trancadas, depois de a Polícia Militar e a Guarda Municipal terem usado gás de pimenta. As imagens são comprovadas em vários vídeos nas redes sociais.

O Sintrajusc enviou semana passada Nota de Apoio ao Sintrasem, o sindicato da categoria, e aos municipários (veja abaixo).

NOTA DE APOIO AO SINTRASEM E AOS MUNICIPÁRIOS E MUNICIPÁRIAS

O Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judiciário Federal no Estado de Santa Catarina (Sintrajusc) apoia a Greve dos municipários da base do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem), que lutam contra a implantação de Organizações Sociais para gerir serviços públicos em Florianópolis. Solidarizamo-nos com o amplo movimento social contra esse projeto, que irá precarizar áreas como saúde e educação, nas quais a capital catarinense tem sido referência.

Diretoria do Sintrajusc

 






Aposentados (a) em defesa da luta sindical


Listar todos vídeos [+]