LOGIN DO SÓCIO




Temer reúne ministros para pressionar por quórum na votação da reforma da Previdência

Notícias 10/01/2018

Sem ainda ter os 308 votos necessários para aprovar a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, Michel Temer convocou segunda-feira reunião interministerial para estabelecer as próximas estratégias a fim de garantir quórum para assegurar a admissibilidade da proposta que atualiza as regras para aposentadoria. Participaram do encontro os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, do Planejamento, Dyogo Oliveira, da Secretaria-Geral, Moreira Franco, e da Secretaria de Governo, Carlos Marun.

O principal obstáculo do governo ainda é assegurar aos deputados que eles conseguirão a reeleição, mesmo votando pela reforma. Segundo o Correio Braziliense, o governo pretende continuar no trabalho de convencimento para não precisar ceder em novas concessões à reforma. A primeira votação na Câmara dos Deputados está marcada para 19 de fevereiro.

Mapa de votos

Diante deste cenário de incertezas, o DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) divulgou no final de dezembro o “Mapa de votos” com a posição de cada parlamentar sobre o texto a ser votado, bem como sua posição na segunda denúncia sobre o prosseguimento da investigação contra o presidente Michel Temer (PMDB), para que se tenha uma orientação de como o deputado votou anteriormente.

Acompanhe seu parlamentar por este mapa. Em Santa Catarina, havia oito deputados indecisos em dezembro, segundo o DIAP, mas o deputado Jorge Boeira, que estava na lista, declarou ano passado que votará conta a reforma:

CESAR SOUZA PSD SC INDECISO PRÓ-TEMER

ESPERIDIÃO AMIN PP SC INDECISO CONTRA TEMER

GEOVANIA DE SÁ PSDB SC INDECISO CONTRA TEMER

JOÃO PAULO KLEINÜBING PSD SC INDECISO CONTRA TEMER

JORGINHO MELLO PR SC INDECISO CONTRA TEMER

MARCO TEBALDI PSDB SC INDECISO AUSENTE

MAURO MARIANI PMDB SC INDECISO CONTRA TEMER

Veja os emails e uma sugestão de texto para envio:

dep.cesarsouza@camara.leg.br; dep.esperidiaoamin@camara.leg.br; dep.geovaniadesa@camara.leg.br; dep.joaopaulokleinubing@camara.leg.br; dep.jorginhomello@camara.leg.br; dep.marcotebaldi@camara.leg.br; dep.mauromariani@camara.leg.br

SUGESTÃO DE TEXTO:

Excelentíssimo(a) Senhor(a) Deputado(a) Federal!

Nós, servidores do Judiciário Federal e do Ministério Público da União, gostaríamos de contar com o apoio de V.Exa. no sentido de garantir que não sejam retirados direitos dos trabalhadores brasileiros na reforma da Previdência Social (PEC 287/16) patrocinada pelo governo federal, rejeitando na íntegra a proposta governamental.

Entendemos que é urgente e necessária ampla e profunda discussão acerca da arrecadação do Sistema de Seguridade Social Brasileiro e a famigerada desvinculação das receitas da União (DRU), de modo a apurar a real existência de déficit da Previdência no País, divulgado pelo governo em sua campanha como justificativa para as reformas.

Assim sendo e ante o exposto, queremos contar com seu apoio para rejeitar qualquer proposta de retirada de direitos dos trabalhadores, sob o risco de arcar pesadamente com o ônus de uma posição sabidamente equivocada de apoio a uma reforma prejudicial à população.

Acompanharemos seu voto, e as eleições se aproximam!

Cordialmente, ...






Regime de Previdência - Amarildo Vieira de Oliveira


Listar todos vídeos [+]